Archive for the ‘Visual Studio’ Category.

Aumente sua produtividade no Visual Studio 2017

Ola pessoal,

Veja aqui algumas dicas bem legais para configurar o Visual Studio 2017 e aumentar a sua produtividade?

Análise completa da solução – Mostra erros / avisos na lista de erros para toda a sua solução. No VS2015 Update 3 e VS2017 isso foi desativado por padrão, de modo que, por padrão, agora você só vê erros / avisos em seus arquivos abertos. Para ativar a Análise de solução completa, acesse Tools/Options/Text Editor/C#/Advanced/Enable Full Solution Analysis.
image

Lightweight Solution Load – ativa a carga rápida do projeto
image

Live Unit Test – Indica quais testes de unidade são impactados por qualquer uma das alterações de código e apenas executa novamente esse conjunto. Ele irá atualizar ícones no editor para que você saiba o status do seu código. Você também pode incluir/excluir testes específicos, projetos de teste ou classes. Você também pode executá-lo em "modo de economia de bateria", indo para Tools/Options/Live Unit Testing. Para ativá-lo, vá para Test/Live Unit Testing/Start. A janela Outupt também é um local útil para diagnosticar por que o Live Unit Testing não está sendo executado.
image

Sugerir usings para tipos no NuGet – Sugere a instalação de um pacote NuGet para resolver um tipo não reconhecido no editor (via lightbulb). Este recurso é off-by-default em ambos VS2015 Atualização 2+ e VS2017. Você pode ativá-lo em Tools/Options/Text Editor/C#/Advanced/Suggest usings for types in NuGet packages.
image

Sabe quando você precisa instalar um pacote por causa de uma referência ? Agora o VS vai te mostrar isto:
image

• Editar um arquivo EditorConfig para reforçar o estilo de código – você pode instalar a extensão de serviço de linguagem do EditorConfig para obter a conclusão do estilo de código do EditorConfig para .NET e uma experiência para adicionar um arquivo EditorConfig à sua solução ou projeto. Há também documentação aqui: https://docs.microsoft.com/en-us/visualstudio/ide/editorconfig-code-style-settings-reference
image

image

Code Suggestion – um novo conceito no VS2017 onde você pode sugerir práticas recomendadas ou dicas para desenvolvedores. Estes são simbolizados com pontos cinzentos sublinhando os dois primeiros caracteres de uma expressão. Acho essa cor muito fácil de ignorar, então você pode mudar a cor indo para Tools/Options;Environment/Font and Colors
image

Neste imagem os tres ponto em verde indicam a sugestão:
image
E quando clicamos no LightBuilb:
image

• Salvar resultados em Localizar todas as referências/Ir para implementação – você pode "bloquear" os resultados de pesquisa de uma pesquisa Localizar todas as referências ou Ir para a implementação pressionando o ícone "Manter resultados" na janela de resultados.
image

Consulta de sintaxe em Go to All  (Ctrl + T) – você pode pesquisar rapidamente por qualquer arquivo/tipo/membro/declaração de símbolo, prefaciando seu termo de pesquisa com ‘f’ para arquivo, ‘t’ para tipo, ‘M’ para membro ou ‘#’ para símbolo.
image

image

• Atalhos de teclado – se você estiver migrando para VS de IntelliJ, Eclipse, ReSharper, você provavelmente está acostumado a um certo conjunto de atalhos de teclado. Existe uma extensão para ajudar a redefinir as ligações de chaves para se adequar aos ambientes passados: https://marketplace.visualstudio.com/items?itemName=JustinClareburtMSFT.HotKeys2017-KeyboardShortcuts.

Mais dicas em: https://blogs.msdn.microsoft.com/visualstudio/2017/03/08/optimize-your-productivity-with-net-in-visual-studio-2017-2/.

Abraços e até a próxima!
Carlos dos Santos

Visual Studio Summit

Fala pessoal,

Neste úiltimo final de semana tive o prazer de novamente ser palestrando do Visual Studio Summit, um evento sensacional que aconteceu na Microsoft em SP e contou com cerca de 300 pessoas.

Fiquei muito feliz em poder realizar duas palestras (com repeteco) sobre RaspBerry PI e .Net Core. Muito obrigado a todos que assistiram as minhas quatro palestras, todas as vezes estava com a sala cheia!

Veja aqui algumas fotos e os slides do RaspBerryPI e .Net Core.

Abraços e até a proxima,
Carlos dos Santos.

C# Interativo (REPL)

Alguma vez você já pensou em testar aquele trecho de código sem precisar compilar toda a solução ?

Acho que este é um sonho de vários desenvolvedores. Será que dá para executar só aquele “pedacinho” do código ? Normalmente você tem que executar o codigo todo e fazer um braek point e depois rodar o debug sem parar, ou mais ainda, quem de nós que nunca criou um programa console só para testar um trecho de código ?

Bom, para acabar com este sofrimento, o Visual Studio introduz uma funcionalidade de C# interativo ou REPL (read-eval-print-loop), como é também conhecido, e que nada mais é do que um shell de execução interativa para a linguagem.

Vamos a um exemplo prático, mas você precisa ter o Visual Studio Update 1 ou Update 2, no meu caso estou com o Update 2.

Vou criar um programa Console em C# para trabalharmos com o exemplo, mas você pode executar em qualquer projeto C# ou VB:

image

Após criar a solução, vamos abrir o console interativo:

image

Feito isto, teremos o console na parte inferior da IDE do Visual Studio:

image

Aqui podemos fazer várias coisas, como por exemplo escrever um código qualquer, que será executado imediatamente, por exemplo:

image

Veja que eu criei uma lista e depois adicionei dois elementos. Ao final digitei “lista.Count” e o resultado está na tela! Simples assim!

Agora vamos imaginar que você já tenha um código e queira testá-lo no modo interativo. Mais simples ainda, basta selecionar o trecho do código e clicar com o botão direito do mouse, escolhendo a mesma opção “Execute in Interactive”:

image

O resultado será a mesma janela do modo interativo, mas com o seu código carregado:

image

Logicamente que códigos mais complexos também podem ser utilizados. Vamos então fazer um exemplo acessando um banco de dados de modo totalmente interativo:

> #r "System.Data.dll"
> using System.Data.SqlClient;
> var conexao = new SqlConnection("data source=(local); initial catalog=northwind; integrated security=true");
> conexao.Open();
> conexao.Database
"northwind"
> conexao.Close();
>

Na primeira linha estamos carregando a DLL System.Data para o contexto do compilador interativo e após isto temos o código para se conectar no SQL e por fim estou apenas mostrando o nome do banco de dados.

Acredito que agora vocês estão imaginando as possibilidades!!!

PAra complementar, neste link tem um guia várias informações interessantes que podem complementar seu estudo!

Abraços e até a próxima,
Carlos dos Santos.

Visual Studio MarketPlace

Olá pessoal,

Você ja teve aquele necessidade de instalar uma extensão para o Visual Studio e não sabia onde começar a procurar ? Bem, para resolver isto a Microsoft criou o Visual Studio Marketplace, que tem o objetivo de centralizar extensões e assinaturas do Visual Studio.

Para acessar, entre no site https://marketplace.visualstudio.com/, mas vejam que não é somente para o Visual Studio que existem extensões…

image

Existem também para o Visual Studio Team Services (anteriormente conhecido como Visual Studio Online), para o Visual Studio Code (editor de código multi plataforma) e também um link para você fazer assinaturas da plataforma Visual Studio.

Dentre as muitas extensões que existem no MarketPlace, vou destacar algumas que acho muito legais:

  • WebEssentials – pacote de ferramentas para desenvolvedores web;
  • GitHub extension – extensão para você gerenciar seus códigos do GitHub de dentro do Visual Studio
  • Cloud Explorer – ajuda a administrar os recursos do Azure
  • Node.JS tools – ferramentas para Node.JS
  • Open Command Line – esta extensão permite abrir o diretório do seu projeto usando o prompt ou PowerShell, muito útil !!!
  • Code Search para VSTS – faz buscas dentro do seu código fonte, direto no repositório do TFS

Bom, estas são apenas algumas, entre no site e dê uma olhada nas diversas extensões!

Abraços e até a próxima,
Carlos dos Santos.

MVA Student to Business–Desenvolvimento de Sistemas

Olá pessoal,

Recentemente eu gravei um vídeo sobre o Visual Studio 2015 para o programa Student to Business. Neste vídeo eu dou uma visão geral do Visual Studio e da Plataforma .Net, mostro também algumas das plataformas e o que é possível fazer com ela.

Se você é um iniciante na ferramenta ou até mesmo quer entender melhor o que ela faz, recomendo que você assista ao vídeo clicando aqui.

Este é um treinamento do MVA, e tem outros conteúdos, então você pode assistir aos vídeos e também fazer as provas.

Abraços,
Carlos dos Santos.

Participe do lançamento do Visual Studio 2015 #visualstudiortm

 

Em 20 de julho, iremos celebrar a última release do Visual Studio 2015!

 

Convidamos a todos a aprender sobre as novas features e tecnologias que acompanharão a nova versão. Você poderá interagir na sessão ao vivo, participar da sessão de perguntas e respostas com o time de engenharia, além de se aprofundar em detalhes técnicos, em mais de 60 sessões on-demand. Para acessar, clique aqui.

Teremos também a oportunidade de ver o time de Visual Studio criando uma solução fim-a-fim em um projeto open-source, alavancando as mais novas ferramentas e tecnologias. Veja como eles lidam com os mais diferentes cenários e tire suas dúvidas.
Participe do lançamento no dia 20 de julho, clicando aqui.

Não é necessário fazer o registro, apenas acesse a URL no dia 20 de Julho, a partir das 12h30 (horário de Brasília). Siga @visualstudio e acompanhe as novidades.

Nos vemos lá!

 

Abraços,
Carlos dos Santos.

Visual Studio Summit 2014

Pessoal,

No último sábado (26/04/2014) aconteceu em São Paulo, na sede da Microsoft, mais uma edição do Visual Studio Summit. Neste ano tive a grata satisfação de realizar 5 palestras, ufa! Foi uma maratona!

Fiz na verdade 5 palestras sobre dois Temas: Novidades do Visual Studio 2013 e Entity Framework Framework 6, a maioria com lotação máxima das salas.

Gostaria de agradecer ao Ramon novamente pela oportunidade e a todos que participaram das palestras e principalmente pelas interações durante as palestras.

Vejam as fotos do evento aqui e das minhas palestras aqui.

Abraços e até a próxima!
Carlos dos Santos.

Nova versão do Debugger Canvas

Pessoal, eu fiz um post sobre o Debugger Canvas há um tempo atrás. Agora foi lançada a versã 1.1, que conta com diversas melhorias, como por exemplo: ligar/desligar o canvas durante o debug, edição de código dentro do canvas, entre outros.

Após baixar e instalar o Debugger Canvas, você pode configurar a ativar as opções no menu Tools/Options/Debugger do Visual Studio:
image

Depois é só executar o seu código:
image

A diferença é aque você pode alternar entre o Debugger Canvas e o Debugger convencional, através da opção “Debugger Canvas” do menu Debug.

Quando você não conhece bem o código, o Debugger Canvas é uma excelente alternativa para você entender como os métodos são chamados, visto que conforme você vai navegando pelo Debug, as caixas com os códigos vão aparecendo e suas ligações também:
image

Valeu pessoal e até a próxima.
Carlos dos Santos.

Visual Studio Debugger Canvas

Olá,

Acaba de ser lançado um recurso muito legal para o Visual Studio 2010 Ultimate, o Debugger Canvas, que é uma maneira mais visual de fazer debug de suas aplicações.

Normalmente, ao fazer debug de uma aplicação, você executa e vai percorrendo linha a linha, entrando e saindo de rotinas dentro do código e depois de algum tempo, você acaba com diversas janelas abertas no Visual Studio.

Agora imagine que ao fazer o debug, os diferentes códigos fontes vão se abrindo e se relacionando, formando um caminho percorrido pelo fluxo de execução, mais visual, não serial muito bom ? Pois é exatamente isto que o Debugger Canvas faz.

Para começar, vamos instalar o debugger canvas, que é um plugin para o Visual Studio Ultimate e pode ser baixado aqui.

Agora abra um projeto você está acostumado a fazer debug, no meu caso, vou abrir o projeto TailspinToys, que é um projeto exemplo da Microsoft. Vamos executá-lo (F5) e ver o que acontece com o debug.

Primeiro vamos abrir o CartController.cs e colocar um break point no método AddCart()

imageimage

Agora vamos executar o programa pressionando F5. Após a aplicação abrir no browser, clique em “Model Airplanes” e depois em  em “View Plane”. Em seguida clique em “Add to Cart”.

Neste ponto o código irá parar no local onde fizemos o break point, mas com uma grande diferença no visual:

image

Veja que agora estamos no Debugger Canvas, no codigo do controller. Em cima na barra da janela está a árvore de execução, ou seja, por onde o código passou até chegar aqui e existe também um botão no canto direito da tela que mostrar as variáveis locais para o método:

image

Vamos executar o código pressionando F11 para entrar em algum outro método e logo em seguida temos esta outra janela:

image

Pressionando mais algumas vezes o F11 temos o seguinte:

image

Fazendo um pequeno ajuste visual temos o seguinte:

image

Aqui vemos a linha de execução do programa até onde paramos, ou seja, se continuarmos a execução teremos um mapa visual de todo o fluxo de execução da nossa aplicação, e o que ganhamos com isto ? Facilidade para entender como o código funciona.

Uma última coisa é que quando você instala o Debugger Canvas, ele fica como padrão para o seu debug e caso você queira ativar/desativar, basta abrir o menu Debug/Debugger Canvas/Options and Settings de desmarcar a propriedade abaixo:

image

Espero que vocês tenham gostado do potencial deste novo recurso para o Visual Studio e isto mostra mais uma vez que a ferramenta está evoluindo e tem muito mais a evoluir.

Abraços e até a próxima.

Carlos.

Palestra no Cesumar

Pessoal,

hoje fizemos uma palestra no Cesumar em Maringá. O Vladimir Rech mandou muito bem no C# básico e depois eu finalizei com vantagens da plataforma, mercado de trabalho e como é possível começar um negócio usando a plataforma Microsoft.

Vejam as fotos:

WP_000077WP_000078WP_000079WP_000080WP_000081WP_000082

[]s,
Carlos.