Archive for the ‘Visual Studio’ Category.

Visual Studio Summit

Fala pessoal,

Neste úiltimo final de semana tive o prazer de novamente ser palestrando do Visual Studio Summit, um evento sensacional que aconteceu na Microsoft em SP e contou com cerca de 300 pessoas.

Fiquei muito feliz em poder realizar duas palestras (com repeteco) sobre RaspBerry PI e .Net Core. Muito obrigado a todos que assistiram as minhas quatro palestras, todas as vezes estava com a sala cheia!

Veja aqui algumas fotos e os slides do RaspBerryPI e .Net Core.

Abraços e até a proxima,
Carlos dos Santos.

C# Interativo (REPL)

Alguma vez você já pensou em testar aquele trecho de código sem precisar compilar toda a solução ?

Acho que este é um sonho de vários desenvolvedores. Será que dá para executar só aquele “pedacinho” do código ? Normalmente você tem que executar o codigo todo e fazer um braek point e depois rodar o debug sem parar, ou mais ainda, quem de nós que nunca criou um programa console só para testar um trecho de código ?

Bom, para acabar com este sofrimento, o Visual Studio introduz uma funcionalidade de C# interativo ou REPL (read-eval-print-loop), como é também conhecido, e que nada mais é do que um shell de execução interativa para a linguagem.

Vamos a um exemplo prático, mas você precisa ter o Visual Studio Update 1 ou Update 2, no meu caso estou com o Update 2.

Vou criar um programa Console em C# para trabalharmos com o exemplo, mas você pode executar em qualquer projeto C# ou VB:

image

Após criar a solução, vamos abrir o console interativo:

image

Feito isto, teremos o console na parte inferior da IDE do Visual Studio:

image

Aqui podemos fazer várias coisas, como por exemplo escrever um código qualquer, que será executado imediatamente, por exemplo:

image

Veja que eu criei uma lista e depois adicionei dois elementos. Ao final digitei “lista.Count” e o resultado está na tela! Simples assim!

Agora vamos imaginar que você já tenha um código e queira testá-lo no modo interativo. Mais simples ainda, basta selecionar o trecho do código e clicar com o botão direito do mouse, escolhendo a mesma opção “Execute in Interactive”:

image

O resultado será a mesma janela do modo interativo, mas com o seu código carregado:

image

Logicamente que códigos mais complexos também podem ser utilizados. Vamos então fazer um exemplo acessando um banco de dados de modo totalmente interativo:

> #r "System.Data.dll"
> using System.Data.SqlClient;
> var conexao = new SqlConnection("data source=(local); initial catalog=northwind; integrated security=true");
> conexao.Open();
> conexao.Database
"northwind"
> conexao.Close();
>

Na primeira linha estamos carregando a DLL System.Data para o contexto do compilador interativo e após isto temos o código para se conectar no SQL e por fim estou apenas mostrando o nome do banco de dados.

Acredito que agora vocês estão imaginando as possibilidades!!!

PAra complementar, neste link tem um guia várias informações interessantes que podem complementar seu estudo!

Abraços e até a próxima,
Carlos dos Santos.

Visual Studio MarketPlace

Olá pessoal,

Você ja teve aquele necessidade de instalar uma extensão para o Visual Studio e não sabia onde começar a procurar ? Bem, para resolver isto a Microsoft criou o Visual Studio Marketplace, que tem o objetivo de centralizar extensões e assinaturas do Visual Studio.

Para acessar, entre no site https://marketplace.visualstudio.com/, mas vejam que não é somente para o Visual Studio que existem extensões…

image

Existem também para o Visual Studio Team Services (anteriormente conhecido como Visual Studio Online), para o Visual Studio Code (editor de código multi plataforma) e também um link para você fazer assinaturas da plataforma Visual Studio.

Dentre as muitas extensões que existem no MarketPlace, vou destacar algumas que acho muito legais:

  • WebEssentials – pacote de ferramentas para desenvolvedores web;
  • GitHub extension – extensão para você gerenciar seus códigos do GitHub de dentro do Visual Studio
  • Cloud Explorer – ajuda a administrar os recursos do Azure
  • Node.JS tools – ferramentas para Node.JS
  • Open Command Line – esta extensão permite abrir o diretório do seu projeto usando o prompt ou PowerShell, muito útil !!!
  • Code Search para VSTS – faz buscas dentro do seu código fonte, direto no repositório do TFS

Bom, estas são apenas algumas, entre no site e dê uma olhada nas diversas extensões!

Abraços e até a próxima,
Carlos dos Santos.

MVA Student to Business–Desenvolvimento de Sistemas

Olá pessoal,

Recentemente eu gravei um vídeo sobre o Visual Studio 2015 para o programa Student to Business. Neste vídeo eu dou uma visão geral do Visual Studio e da Plataforma .Net, mostro também algumas das plataformas e o que é possível fazer com ela.

Se você é um iniciante na ferramenta ou até mesmo quer entender melhor o que ela faz, recomendo que você assista ao vídeo clicando aqui.

Este é um treinamento do MVA, e tem outros conteúdos, então você pode assistir aos vídeos e também fazer as provas.

Abraços,
Carlos dos Santos.

Participe do lançamento do Visual Studio 2015 #visualstudiortm

 

Em 20 de julho, iremos celebrar a última release do Visual Studio 2015!

 

Convidamos a todos a aprender sobre as novas features e tecnologias que acompanharão a nova versão. Você poderá interagir na sessão ao vivo, participar da sessão de perguntas e respostas com o time de engenharia, além de se aprofundar em detalhes técnicos, em mais de 60 sessões on-demand. Para acessar, clique aqui.

Teremos também a oportunidade de ver o time de Visual Studio criando uma solução fim-a-fim em um projeto open-source, alavancando as mais novas ferramentas e tecnologias. Veja como eles lidam com os mais diferentes cenários e tire suas dúvidas.
Participe do lançamento no dia 20 de julho, clicando aqui.

Não é necessário fazer o registro, apenas acesse a URL no dia 20 de Julho, a partir das 12h30 (horário de Brasília). Siga @visualstudio e acompanhe as novidades.

Nos vemos lá!

 

Abraços,
Carlos dos Santos.

Visual Studio Summit 2014

Pessoal,

No último sábado (26/04/2014) aconteceu em São Paulo, na sede da Microsoft, mais uma edição do Visual Studio Summit. Neste ano tive a grata satisfação de realizar 5 palestras, ufa! Foi uma maratona!

Fiz na verdade 5 palestras sobre dois Temas: Novidades do Visual Studio 2013 e Entity Framework Framework 6, a maioria com lotação máxima das salas.

Gostaria de agradecer ao Ramon novamente pela oportunidade e a todos que participaram das palestras e principalmente pelas interações durante as palestras.

Vejam as fotos do evento aqui e das minhas palestras aqui.

Abraços e até a próxima!
Carlos dos Santos.

Nova versão do Debugger Canvas

Pessoal, eu fiz um post sobre o Debugger Canvas há um tempo atrás. Agora foi lançada a versã 1.1, que conta com diversas melhorias, como por exemplo: ligar/desligar o canvas durante o debug, edição de código dentro do canvas, entre outros.

Após baixar e instalar o Debugger Canvas, você pode configurar a ativar as opções no menu Tools/Options/Debugger do Visual Studio:
image

Depois é só executar o seu código:
image

A diferença é aque você pode alternar entre o Debugger Canvas e o Debugger convencional, através da opção “Debugger Canvas” do menu Debug.

Quando você não conhece bem o código, o Debugger Canvas é uma excelente alternativa para você entender como os métodos são chamados, visto que conforme você vai navegando pelo Debug, as caixas com os códigos vão aparecendo e suas ligações também:
image

Valeu pessoal e até a próxima.
Carlos dos Santos.

Visual Studio Debugger Canvas

Olá,

Acaba de ser lançado um recurso muito legal para o Visual Studio 2010 Ultimate, o Debugger Canvas, que é uma maneira mais visual de fazer debug de suas aplicações.

Normalmente, ao fazer debug de uma aplicação, você executa e vai percorrendo linha a linha, entrando e saindo de rotinas dentro do código e depois de algum tempo, você acaba com diversas janelas abertas no Visual Studio.

Agora imagine que ao fazer o debug, os diferentes códigos fontes vão se abrindo e se relacionando, formando um caminho percorrido pelo fluxo de execução, mais visual, não serial muito bom ? Pois é exatamente isto que o Debugger Canvas faz.

Para começar, vamos instalar o debugger canvas, que é um plugin para o Visual Studio Ultimate e pode ser baixado aqui.

Agora abra um projeto você está acostumado a fazer debug, no meu caso, vou abrir o projeto TailspinToys, que é um projeto exemplo da Microsoft. Vamos executá-lo (F5) e ver o que acontece com o debug.

Primeiro vamos abrir o CartController.cs e colocar um break point no método AddCart()

imageimage

Agora vamos executar o programa pressionando F5. Após a aplicação abrir no browser, clique em “Model Airplanes” e depois em  em “View Plane”. Em seguida clique em “Add to Cart”.

Neste ponto o código irá parar no local onde fizemos o break point, mas com uma grande diferença no visual:

image

Veja que agora estamos no Debugger Canvas, no codigo do controller. Em cima na barra da janela está a árvore de execução, ou seja, por onde o código passou até chegar aqui e existe também um botão no canto direito da tela que mostrar as variáveis locais para o método:

image

Vamos executar o código pressionando F11 para entrar em algum outro método e logo em seguida temos esta outra janela:

image

Pressionando mais algumas vezes o F11 temos o seguinte:

image

Fazendo um pequeno ajuste visual temos o seguinte:

image

Aqui vemos a linha de execução do programa até onde paramos, ou seja, se continuarmos a execução teremos um mapa visual de todo o fluxo de execução da nossa aplicação, e o que ganhamos com isto ? Facilidade para entender como o código funciona.

Uma última coisa é que quando você instala o Debugger Canvas, ele fica como padrão para o seu debug e caso você queira ativar/desativar, basta abrir o menu Debug/Debugger Canvas/Options and Settings de desmarcar a propriedade abaixo:

image

Espero que vocês tenham gostado do potencial deste novo recurso para o Visual Studio e isto mostra mais uma vez que a ferramenta está evoluindo e tem muito mais a evoluir.

Abraços e até a próxima.

Carlos.

Palestra no Cesumar

Pessoal,

hoje fizemos uma palestra no Cesumar em Maringá. O Vladimir Rech mandou muito bem no C# básico e depois eu finalizei com vantagens da plataforma, mercado de trabalho e como é possível começar um negócio usando a plataforma Microsoft.

Vejam as fotos:

WP_000077WP_000078WP_000079WP_000080WP_000081WP_000082

[]s,
Carlos.

Entity Framework Code First Power Tools CTP1

Pessoal,

A Microsoft acabou de lancar o Power Tools para o EF Code First. Com este pacote é possível ler um banco de dados existente e gerar todas as classes, muito interessante se você já tem um banco e quer usar o EF Code First.

O pacote pode ser instalado via Extension Manager do Visual Studio 2010. Maiores informações neste link: http://blogs.msdn.com/b/adonet/archive/2011/05/18/ef-power-tools-ctp1-released.aspx

Abraços,

Carlos.